domingo, 4 de março de 2012

Grupo de Mães e Bebês

Toda mãe principalmente no pós parto precisa de suporte, apoio, atenção, proteção e solidariedade. É um período marcado por grandes mudanças, inseguranças, dúvidas e medos.  Um momento muito intenso, noites sem dormir, dedicação exclusiva ao seu bebê, tudo isso gera desgaste físico e emocional. Quando a mãe tem o apoio afetivo necessário ela incorpora melhor o seu novo papel, sente-se mais segura e manifesta seu instinto materno e suas intuições.

O grupo de mães e bebês acolhe as mulheres neste período, com o intuito de oferecer um     espaço para a convivência entre mães e seus bebês, propiciando momento de trocas de experiências, de cuidado, de apoio mútuo e fortalecimento dos vínculos afetivos e humanos. É uma oportunidade de nos nutrirmos, de fortalecermos e resgatarmos o feminino que vibra dentro de nós.

Compartilhamos nossas experiências de parto, pós parto, amamentação, cuidados com o bebê, relação com a família, sexualidade, alimentação e outros temas que forem surgindo. Num segundo momento do encontro, reservamos um espaço de cuidados com a mãe, através de exercícios físicos terapêuticos. Contamos também como vivência a Shantala (massagem em bebês), Yoga baby e Danças Circulares, com o intuito de fortalecer ainda mais o vínculo com o bebê.

 Atualmente os encontros acontecem quinzenalmente, em um local super acolhedor, no Dhyana Centro de Bem Estar, às sextas feiras com duração de duas horas e meia, com um limite de 10 mães por encontro.

Maiores informações: 62 91364931 e 62 39424096.

Por Alessandra Amorim
O período de pós parto é marcado por muito isolamento social, a atenção é totalmente voltada para suprir as necessidades do bebê e o pouco tempo que temos livre queremos dormir, descansar.  Estamos numa frequência muito diferente de todo o resto do mundo, dedicação exclusiva ao filho, ritmo e tempo do bebê. Cada mãe tem o seu momento e necessidade de retornar um pouco da vida social.

No meu caso, no segundo mês após o parto  já estava com uma vontade de compartilhar experiências com outras mães, uma necessidade de sair um pouco do ninho, respirar outros ares.
No terceiro mês liguei para as ex alunas que eram gestantes, agora todas mães e marcamos um encontro para conhecermos os nossos bebês.  Foi muito bom revê-las e entrar em contato com aqueles bebês nos trouxeram muita emoção. À partir daí idéias foram surgindo e sendo construído propostas para outros encontros.

Tivemos no dia 02 de março um momento muito acolhedor, onde todas nós compartilhamos os nossos partos, nossas experiências de pós parto, relação com o bebê e com o nosso corpo. Sou muito grata a esse grupo que demonstrou muita amorosidade e crescimento com as experiências vividas por cada uma de nós. Foi construído um campo de muito respeito, sem julgamentos, com apoio e solidariedade umas com as outras.

Para o próximo encontro aprofundaremos nos cuidados de bem estar com a mãe, através de exercícios terapêuticos e posteriormente teremos uma linda aula de Shantala com a Terapeuta Elen Kuhl, também especialista em terapia crânio sacral para bebês.

3 comentários:

  1. Parabéns pelo blog!!!!!Que determinação Alê conseguir conciliar tudo que tem feito!!!Admirável!
    Nossos encontros são valiosos, terapêuticos, ao final as energias estão renovadas e com vontade de ir para o próximo! Beijo
    Cristiane Longo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Cristiane,
      Parabéns para nós todas,por estar vivenciando plenamente nossa maternidade e ao mesmo tempo compartilhando nossas experiências com outras mulheres. Muitíssimo grata pelo seu depoimento e presença nos nossos encontros.
      Até breve.
      Beijos.
      Ale.

      Excluir
  2. Fico muitíssimo contente de ver sua iniciativa de ampliar as possibilidades de divulgar as idéias e conhecimentos sobre o parto escolhido pela mulher, por ela mesma.
    Serei um parceiro para ajudar na divulgação. Pode contar!
    No meu blog vai ter um espaço para o seu!
    um beijo, saudades, parabéns!
    ps.: Queremos conhecer seu bebê!
    Sergio.

    ResponderExcluir